Aqui a Alma fala mais alto…Seja bem vindo(a)!!!

Sou astróloga e presto consultorias nas áreas terapêutica e esotérica há quase vinte anos. Inspirada e envolvida com a espiritualidade maior, desenvolvo atendimentos com oráculos, energéticos e metafísicos desde muito nova. Embora já tivesse o dom necessário para prestar um serviço de orientação metafísica, busquei cursos sérios nas áreas terapêutica e esotérica, para uma formação técnica profissionalizante, onde me dediquei e estudei com afinco, para lapidar o conhecimento de tudo aquilo que já fazia parte da minha rotina de vida desde tenra idade. Venho de uma família espiritualista e foi o que me deu a base para a compreensão e a sabedoria necessárias para o uso consciente e responsável da minha sensibilidade exacerbada e precoce. Cursei psicologia até o terceiro ano e com o tempo descobri que a parapsicologia e a metafísica estavam mais de acordo com a minha busca. Me formei em Astrologia e em Psicoterapia Floral, me aventurei em diversos cursos e vivências que acrescentaram conhecimento, aprofundamento e sabedoria a minha prática profissional. Depois de tantos anos me especializando nesta área através de experiência adquirida em consultório e na vida, ofereço meus conhecimentos para orientação e auxílio daqueles que precisam de um direcionamento e esclarecimento em seus processos pessoais, exercendo eticamente meu trabalho com amor, dedicação e discrição. utilizando-me das ferramentas como a astrologia terapêutica, o tarô orientativo, a psicoterapia floral, reiki, alinhamento de chacras, radiestesia, aconselhamento metafísico, e outras terapias complementares vibracionais, propondo e promovendo o equilíbrio harmônico entre corpo, mente e espírito a nível multidimensional.

Vamos caminhar juntos rumo a eternidade e perfeição do Espírito em plenitude terrena. Estar no mundo e não ser do mundo, eis o segredo da bem-aventurança.

Feliz jornada!

Eu Sou

Valeska de Gracia




O UNIVERSO CONSPIRA AO NOSSO FAVOR

30/04/2011

EGO E EGOÍSMO

Dica Rápida Para Decifrar Ego e Egoísmo (Seu e Dos Outros)  

Por Rodrigo Santiago


Se você pensa que ego é uma coisa inerentemente ruim, continue lendo. Este artigo vai colocar mais perspectivas nos seus pensamentos. Mais “água no seu feijão”, pra alimentar não só seu intelecto, mas também sua alma.
O ego é uma espécie de distinção psicológica, que nos dá motivação e autonomia para navegar por esse mundo. Sem ele, não nos diferenciaríamos, não teríamos limite ou individualidade. Precisamos saber o que faz parte de nós, e também o que não faz parte. Vejo o ego como aquela porção de nós que nos permite ser de fato. Sem o ego, não somos.

O Ego e Deus… Ou: O Ego É Deus


Em variados textos religiosos, existem passagens onde supostamente Deus se define como “o grande Eu Sou”, entre suas variantes. Mesmo entre as correntes politeístas, temos a representação do “eu superior”, da individualidade, na figura de um deus, dentre tantos outros.
Essas representações são a própria encarnação do ego, da capacidade de diferenciação do resto. E nós, segundo correntes de sabedoria milenares, somos feitos à imagem e semelhança d’Ele.
Não quero discutir aqui a veracidade dos textos religiosos, porque fé é um assunto muito sensível, cada um tem a sua. Apenas ressalto a presença e o grau de importância dessas definições desde os tempos imemoriais. Sendo verdadeiras ou não, é fato que nossa preocupação com a individualidade (e o valor que damos a ela) foi um dos primeiros problemas que a nossa consciência criou e procura resolver até hoje.

Definindo “Egoísmo”



O egoísmo é regularmente considerado “prejudicial” pelo senso comum. Normalmente, consideramos egoísta aquela pessoa que não gosta de compartilhar suas coisas, que acumula riquezas e bens materiais sem se preocupar com o bem estar do próximo. Isso pra mim deveria se chamar egoísmo ruim.
Tenho uma definição própria para a palavra “egoísmo”. Essa definição tem tudo pra abrir novos caminhos pra você, assim como fez por mim.
Um efeito colateral da sua própria capacidade de se distinguir do mundo é a admiração por si mesmo, pois nada no mundo inteiro pode representar quem você é, a não ser você mesmo. Você é uma pessoa rara por definição. Raríssima. Só existe um de você no mundo. Além disso, só você tem o controle sobre si próprio, e você é a única pessoa que você controla.
Na minha concepção, é essa admiração por si mesmo, somado ao seu auto-controle, que gera o processo “egoísmo”, que será definido a seguir. Essa admiração pode ser providencial ou prejudicial, dependendo não só da pessoa, mas principalmente do contexto.

Quando É Bom Ou Quando É Ruim?


Assim como Narciso, que havia se apaixonado por sua própria face refletida na água, você segue sua vida analisando e aperfeiçoando sua auto-imagem, aprendendo, melhorando e colecionando novos atributos e qualidades (boas ou ruins). Isso é egoísmo. Um processo natural do homem.
Você, em última instância, quer preservar sua individualidade. Quer preservar seu direito de ir e vir, de liberdade, e isso é um ato de egoísmo. Já o comportamento que você adota pra demonstrar sua individualidade é fruto dos seus valores, daquilo que importa pra você. É nesse ponto onde o egoísmo pode se tornar prejudicial.

Um Homem de Grande Fé Pode Ser Considerado Egoísta?





Saca só essa história…

Um homem e uma mulher vivem uma grande história de amor em uma pequena vila do Nepal. Casados, juraram carinho e companhia eterna um ao outro. Juntos, dão a luz a cinco filhos, todos muito amados desde o nascimento.
O pai era pobre, mas sustentava toda a família com muito suor e sangue. Em um dia qualquer, resolve desistir de toda sua vida “terrena” para se dedicar à meditação e aos serviços de um templo sagrado no alto de uma montanha gelada…

Você Já Viu Isso Em Incontáveis Filmes, Certo?


O que você provavelmente viu poucas vezes vem agora.
Por causa de seu abandono, seus filhos passam muitos anos de fome. Sua esposa morre de depressão pela falta do marido. O filho mais velho, dez anos depois, resolve procurar o pai no templo, para arrancar dele respostas pela sua atitude.
Chegando lá, encontra o pai sendo condecorado… Uma honraria sagrada especial, por mais um passo em direção à “liberação do seu ego”. Ele passa a ser considerado um santo, e já até operou alguns milagres que se espalharam em histórias pelas cidades vizinhas.

Você Chamaria Esse Santo Um “Egoísta”?


Nesse ponto, é certo as opiniões se dividirem. Muita gente vai dizer que, se ele não fosse egoísta, continuaria com sua mulher e filhos, e os serviria até o dia de sua morte.
Outras pessoas diriam que ele estava certo, que tudo fora preparado antes, que era sua missão especial divina… Que a lei do Karma vai cuidar dele, que ele vai receber o retorno necessário ou então que ele teve uma atitude muito nobre e corajosa.

Muitas Histórias e Interpretações Surgirão, Uma Para Cada Pessoa… Qual É A Sua Verdade?


E quanto às autoridades do templo? Sua opinião e seu julgamento não têm razão de ser? Esse monge agora é alguém mais próximo da liberação de seu ego, segundo os parâmetros daqueles que lideram o templo sagrado. Ele até operou milagres, em nome da divindade que serve.
Supondo que o monge tenha ficado plenamente satisfeito com a conquista de seu objetivo, podemos dizer que foi o próprio egoísmo que o levou a atrair para si o título de um homem “liberto do egoísmo”? Com essa honraria, ele se torna um dos homens mais distintos de sua sociedade local. Muito reconhecido. Feliz com sua própria imagem. Pronto para seguir os próximos passos que seu egoísmo lhe ditar.

Nosso Mundo É, Essencialmente, Fruto do Nosso Próprio Egoísmo




Uma concepção simples pra você guardar: egoísmo é o processo de serviço à individualidade. Ele só será bom ou ruim do ponto de vista de quem sofreu ou foi beneficiado por esse serviço.

Estamos o tempo todo mergulhados em um processo egoísta, de distinção de si mesmo. O bom egoísmo é aquele que, além de distinguir você como você preferir, torna as pessoas à sua volta mais sadias e felizes.
Se na sua cabeça o egoísmo é o principal responsável pelas crises mundiais, tenha em mente que ele também é um dos maiores responsáveis pelas coisas boas que acontecem. Não renegue seus próprios desejos. Antes, torne-os sadios para quem estiver à sua volta.
O objetivo desse artigo não é, necessariamente te livrar do egoísmo, porque de acordo com essa definição da qual eu tanto gosto, isso é tecnicamente impossível. A única coisa que eu pretendi “cortar fora” foi a ideia de que o ego é inerentemente ruim. No fundo, ele é apenas um processo, como tantos outros que temos acontecendo dentro de nós. Muita paz e um “egoísmo sustentável” para você, por toda sua vida!


05/04/2011

As 7 Leis Espirituais do Sucesso


"As 7 Leis Espirituais do Sucesso"

Qualquer coisa que desejamos pode ser criada, pois as mesmas leis que a natureza utiliza para criar uma galáxia, um planeta, um corpo humano, podem realizar nossos desejos mais profundos.

As "Sete Leis Espirituais do Sucesso" sugere que nos concentremos em uma lei a cada dia da semana, conforme apresentamos abaixo:

DOMINGO -Lei da Potencialidade Pura

· Reserve um momento do dia para ficar só e fazer uma
meditação silenciosa.

· Reserve um período do dia para comungar com a natureza.

· Pratique diariamente o preceito: "Hoje não julgarei nada".

SEGUNDA-FEIRA - Lei da Doação

· Ofereça sempre algo às pessoas com quem tiver contato(cumprimento, pensamento positivo, oração, benção).

· Agradeça as dádivas oferecidas pela vida, como a beleza da natureza e tenha abertura para continuar recebendo-as. Deseje em silêncio, toda vez que entrar em contato com alguém, que tenha uma vida próspera e feliz.

TERÇA-FEIRA - Lei do Karma

· Observe sempre as escolhas que vai fazer e se pergunte: Quais serão as conseqüências dela para mim e para os outros?

· Peça orientação ao seu "coração", ele é muito intuitivo.

QUARTA-FEIRA - Lei do Mínimo Esforço

· Aceite pessoas e fatos como se manifestarem.

· Não se volte contra o Universo lutando contra o presente.

· Seja responsável pelas situações e não culpe ninguém.

· Desista de impor sua opinião aos outros.

· Tenha abertura à todos os pontos de vista e não se prenda a nenhum.

QUINTA-FEIRA - Lei da Intenção e do Desejo

· Faça uma lista de todos os seus desejos. Olhe para ela antes de meditar e, também, antes de dormir e ao acordar.

· Libere a lista de seus desejos no plano cósmico, que tem desígnios maiores para você do que possa conceber.

· Confie.

· Esteja consciente do momento presente.

SEXTA-FEIRA - Lei do Desapego

· Comprometa-se com o desapego.

· Dê a si próprio e aos outros a liberdade de ser o que é.

· Participe de tudo, mas com envolvimento distanciado.

· Saiba que, estando disponível para aceitar a incerteza, a solução virá do próprio problema.

· Tenha abertura para uma infinidade de escolhas, experimentando toda a magia, mistério e aventura da vida.

SÁBADO - Lei do Propósito de Vida

· Nutra, com amor, a divindade que habita em você.

· Tenha consciência da atemporalidade, do ser eterno.

· Faça uma lista de seus talentos únicos e do que adora fazer, e saiba que, quando os põe a serviço da humanidade, cria abundância na sua vida e na de outras pessoas.

Pergunte-se diariamente: "Como posso servir?"


Leia todos os dias a Lei correspondente ao dia da semana e comece a pô-la em prática. Assimilando estas leis você se tornará uma pessoa muito mais preparada para lidar com a vida.

Dr Deepak Chopra

MÚSICA

Greenpeace - Liga das Florestas

Ocorreu um erro neste gadget

ASTRÓLOGA - TARÓLOGA - TERAPEUTA FLORAL

ASTRÓLOGA - TARÓLOGA - TERAPEUTA FLORAL
valeska_terapeuta@hotmail.com

Follow by Email

AGENDAR CONSULTA COM ORÁCULOS

AGENDAR CONSULTA COM ORÁCULOS
MSN - valeska_terapeuta@hotmail.com - SKYPE - valeska.terapeuta

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...